Visitantes do blog

domingo, 3 de setembro de 2017

Homenagem póstuma em cordel: Ramiro Cavalcante

Com poesia e sentimento, as lembranças do seu Ramiro.
Linda história de vida, transformada em cordel.

Neste cordel vou falar
Sobre um homem importante
Seu nome: Ramiro Cunha
Sobrenome Cavalvante
Filho de Maria e João
Em Relva de Boqueirão
Nasceu, bebê cativante.

Vinte de junho a data
Que o Ramiro nasceu
O ano foi vinte e três
Que sua mãe o recebeu
Foi o penúltimo filho
Que veio trazendo brilho
Todo tempo em que viveu.

Com Adalice casou
Aos quarenta de idade
Tiveram prole de seis
A sua felicidade
Rilmar, Mazinho, Rosilma
Ramiro *, Rosilda e Rilma
Seus amores de verdade.

*Ramiro Filho (in memorian)

Nove netos, dois bisnetos
Avô  muito carinhoso
Homem calmo e honesto
Amável e caridoso
Coração mole, educado
Festeiro e engraçado
Também muito generoso.

Gostava de construir
Ver TV, ler, passear
Com as cartas do baralho
Ele adorava brincar
Gostava de dominó
E se tocasse um forró
Já começava a dançar.

Certa vez foi ao mercado
E ficou a observar
Mulheres comprando ossos
E decidiu perguntar:
- Não quero parecer grosso
Mas será que presta o osso
Pra meu cachorro almoçar?

Uma mulher lhe respondeu:
Se o cachorro for você
Pode ficar à vontade
E esse osso comer
Já sei que vai preparar
Uma sopa pra jantar
Ramiro ficou sem entender.

Ramiro era cabra macho
Não demonstrava fraqueza
Podia estar doente
Mas mantinha sua firmeza
Sua atitude moral
Era um diferencial
A sua grande riqueza.

Trabalhou como agente
De administração
E também participou
De uma grande construção
Teve muita atitude
Na construção do açude
Da cidade Boqueirão.

Em dois mil e dezessete
Num Encontro animado
Da família Cavalcante
Foi o homenageado
Alguém como este ser
Não tem nem como esquecer
Pra sempre será lembrado.

Neste encontro com a família
Foi a sua despedida
Em três de agosto, o Ramiro
Da Terra fez sua partida
Hoje ele está lá no céu
Mas através deste cordel
Lembramos da sua vida.

O que Ramiro deixou
Foi sua doce amizade
Seu cuidado com a família
Sua gentileza e bondade
Aos que ficam, o sentimento
É lembrança no pensamento
No coração, a saudade.


Solicite seu cordel personalizado: 081993281216 anneartedocuidar@gmail.com cordelando389.blogspot.com.br

Queríamos que não morresse, mas o jardineiro da vida sabe quando colher suas mais belas flores

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Educador físico: homenagem em cordel

             assista ao vídeo:           https://youtu.be/s7LwYOdJ3V4

CLIQUE AQUI





Um cordel em homenagem aos educadores físicos.

Sabe o educador físico?
Eu chamava professor
Desde quando era criança
Ele fazia o favor
De da sala me tirar
Junto com a turma levar
Pro pátio, com bom humor.

Eita como era bom
Dia de atividade
Eu aprendia os esportes
Ficava bem à vontade
Tinha mais coordenação
E muita concentração
Construindo habilidade.

Depois que fiquei maior
E fui para academia
O Educador Físico
Me acompanhou todo dia
O meu treino preparou
E sempre me incentivou
A malhar com energia.

Tinha professor que fazia
Assistência integral
Ficando com um só aluno
Sendo o seu personal
Acompanhava de perto
Se o treino estava certo
Deixando o aluno no grau.

E tem educador físico
Que gosta é de dançar
Seja o ritmo que for
Já começa a balançar
Eu tenho uns professores
Que já são quase doutores
Na arte de requebrar.
 
Às vezes levo meu filho
Pra uma recreação
E lá tá o educador
Animando de montão
Fazendo atividade
E dependendo da idade
Também faz competição.
 
Menino, é tanta coisa
Que o educador físico faz
Bacharel, licenciado
Sua atuação é demais
Seja a área que for
Ele está sempre ao dispor
E mostra do que é capaz.


Seja no clube ou clínica
Seja reabilitação
Seja atuando com atleta
Pra fazer competição
Seja atuando em evento
Ou fazendo treinamento
Tudo faz com perfeição.

A todo Educador Físico
Agradeço, imensamente
Por cuidar bem da saúde
De um bocado de gente
A assistência é integral:
Cuida do corpo e, afinal,
Também ajuda a mente.

01 de setembro
Dia do profissional de educação física


sábado, 12 de agosto de 2017

Reflexão sobre a paternidade em cordel



Vou trazer na poesia
A minha reflexão
Sobre a paternidade
E dizer minha opinião
Pra mim, o pai representa
Quem a família sustenta
Com exemplo e educação.

Quem dá orientação
E quem mostra o caminho
Quem pega na mão do filho
Se ele estiver sozinho
Quem mostra, com seu amor
Que até na mais bela flor
Também existe espinho.

Pai é o que dá carinho
Figura de autoridade
É assumir a missão
Da sua paternidade
Com os laços fraternais
Mais até que os corporais
Mais que a consanguinidade.

Pois pra ser pai de verdade
Não é preciso gerar
É assumir o compromisso
De o seu filho criar
Ter o cuidado na essência
Pra o filho ser referência
Com seu jeito de cuidar.

É preciso respeitar
O nosso pai, afinal
A afeição é recíproca
E o nosso amor filial
Deve ter honra na essência
Durante a convivência
Com a figura paternal.

Nem sempre é natural
O pai saber sua função
Cuidar do filho com amor
Também com dedicação
Mas mesmo o pai ausente
Também merece o presente
De ter do filho o perdão.



Quando está ancião
E está mais fragilizado
Há inversão de papéis
Pois precisa ser cuidado
Ao filho cabe o dever
De cuidar, de proteger
Fazê-lo sentir amado.

Dizer muito obrigado
Meu pai, por eu existir
Por eu ser hoje quem sou
Me ajudando a construir
O caminho de minha vida
Na subida e na descida
Que ainda estou a seguir.

Agora, pra concluir
Eu não posso esquecer
De Deus, nosso Pai maior
E a ele agradecer
Por estar sempre presente
Em toda a vida da gente
Na alegria e no sofrer.

Pode até alguém dizer
Que nessa vida não tem
Mais o seu pai ao seu lado
Só a lembrança convém
Mas Deus está com você
Até quem nele não crê
Ele está com esse alguém.

Não abandona ninguém
Deus é pai, não importa a hora
Ele está ali presente
Com todo aquele que ora
E quem nele não acredita
Ele também faz visita
Não deixa ninguém de fora.

Vou encerrando agora
A minha reflexão
A todo pai eu estendo
Meu poema e gratidão
A todos desejo paz
Um feliz dia dos pais

E agradeço a atenção.

Autora: Anne Karolynne S. Negreiros

Se você quiser oferecer um cordel personalizado contando a sua história em versos de cordel, entre em contato
081 99328-1216
anneartedocuidar@gmail.com

Casamento em cordel: Luisa e Igor

Quando uma história de amor é recheada de poesia, nada mais lindo do que traduzi-la através dos versos da literatura de cordel.
Lembrança do noivado em cordel
Assim fizeram os noivos Luisa e Igor, que fizeram uma festa nordestina bem cultural e regada à poesia. Sua história de amor foi transformada em cordel pela cordelista Anne Karolynne, e o folheto foi a lembrancinha de seu noivado.

Xilogravura personalizada

Confiram um pouco desta história:



Igor e Luísa formam

Um casal apaixonado

Cinco anos de namoro

E chegaram ao noivado

Com os versos no papel

O causo de amor em cordel

Será agora narrado. 


Nasceram em Pernambuco

De Serra Talhada são

Dois primos, que um pelo outro

Nutrem admiração

Medicina está em decurso

Escolheram o mesmo curso

A mesma graduação.




Cinco anos de namoro

Os dois completam agora

E eles sempre comentavam

Que felizes, sem demora

Aos cinco iriam noivar

O compromisso selar

E é chegada a hora.


Dia 22 de julho

É o primeiro passo dado

É extremamente importante

Pois é o dia do noivado

Que este amor possa florir

Que ele possa reluzir

Para sempre abençoado.











Se você quiser oferecer um cordel personalizado contando a sua história em versos de cordel, entre em contato
081 99328-1216
anneartedocuidar@gmail.com

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Cordel de aniversário: Tio Jô

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, óculos

Dia primeiro de agosto
Lembro de forma fiel
É o dia do poeta
Da literatura de cordel
Também é o dia de alguém
Pra quem tiro o meu chapéu.

É o Josimar Medeiros
Que está a aniversariar
Um homem bem virtuoso
E cheio de amor pra dar
Pense num cabra sabido
Faz até gosto falar.

Eu chamo de Tio Jô
Esse homem arretado
Ele foi meu professor
Me ajudou no aprendizado
Ele é meu bem querer
Ele é o meu tio amado

Tio Jô, neste seu dia
Desejo prosperidade
Muitos mais anos de vida
Muito amor e amizade
Saúde, paz, alegria
E muita felicidade!!!
.
.
.
#cordel
#aniversario
#1deagosto

sábado, 22 de julho de 2017

Minha história em cordel


Eita negócio aprumado
Acabei de descobrir
Uma boyzinha do nordeste
Que gosta de produzir
Um mói de rima em cordel
Com a tradição bem fiel
E ainda faz a gente rir.

Se tu vai fazer uma festa
E tá mêi aperriado
Querendo ser criativo
Com teu quengo afiado
Uma dica eu vou te dar
Começa a preparar 
Cordel personalizado.

Fala com Anne Karolynne
A danada é cordelista
Além de ser enfermeira
Essa moleca é uma artista
Se tu gosta de cultura
Digo de forma segura:
Nessa Anne tu invista.

Ou tu manda um e-mail
Ou manda um zap pra ela
Os preços ela te manda
Todos numa só tabela
Tu vê toda a opção
Fecha negócio, e então
Em duas vezes parcela.

Só num seja pirangueiro
Nada de ser amarrado
Quando pedir seu cordel
Mostre que tá estribado
Que ela conta tua história
Com ótima oratória
Num cordel muito arretado.

Num tá com a gota serena
De um cliente num gostar
O cordel tem qualidade
O povo vai elogiar
É o pipoco do trovão
No fogo boto minha mão
Só vendo pra comprovar.

Se gostou dessa ideia
Se achou muito legal
Entre logo em contato
Veja o diferencial
O seu causo vá contando
Que Anne vai transformando
Em cordel pra dar o grau!

ENTRE EM CONTATO 
E PEÇA JÁ SEU 
CORDEL PERSONALIZADO!
E-MAIL: anneartedocuidar@gmail.com
TELEFONE: 08199328-1216
FACEBOOK: facebook.com/cordel389
BLOG: cordelando389.blogspot.com.br